RAW vs JPEG – Capítulo 12

No capítulo de hoje, aprenderemos sobre RAW vs JPEG: os dois formatos de imagem mais usados ​​em fotografia e entenderemos as vantagens e desvantagens de cada um. Essa é uma das dúvidas mais frequentes entre os fotógrafos iniciantes.

Para ser um ótimo profissional, é importante conhecer e saber diferenciar cada termo da área.

Diferença de RAW vs JPEG

Todos já devem conhecer um deles, que é o JPEG, o mais comumente usado Para fotos e outros tipos de imagens.

Sobre o JPEG:

Não há dúvidas que este é o formato mais popular, principalmente na Internet. JPEG vem do Joint Photographic Experts Group. O grupo que desenvolveu algoritmos de compactação para arquivos neste formato.

A razão pela qual este formato é tão popular é precisamente por causa de sua alta taxa de compactação sem que o resultado final tenha muitas perdas visíveis.

Sobre o Raw:

Se você nunca teve uma câmera mais avançada do que as câmeras tradicionais (geralmente produzindo apenas arquivos no formato JPEG), pode não estar familiarizado com o outro formato, o RAW.

RAW vem do inglês e pode ser traduzido literalmente como “cru” ou “bruto”. Isso é exatamente o que ele significa. Arquivos RAW são arquivos originais sem passar por compactação ou processamento.

Como não há compressão de nenhum tipo, o arquivo gerado é muito maior que o JPEG tradicional, que pode ocupar o cartão de memória da câmera mais rapidamente.

13811
RAW vs JPEG

RAW é apenas o nome dado a esses tipos de arquivo, e a extensão do arquivo varia de fabricante para fabricante. Por exemplo, as câmeras Nikon usam o formato NEF, enquanto as câmeras Canon usam CRW ou CR2.

O formato RAW também é chamado de negativo digital porque é um arquivo que não está pronto para ser visualizado.

Se você tentar ver o arquivo RAW diretamente no visualizador padrão do Windows como se fosse qualquer outra imagem, não será capaz de ver.

O arquivo em RAW precisa ser processado adequadamente antes de poder ser visto normalmente. O processamento químico é realizado digitalmente em um programa de edição específico.

Todas as câmeras que geram arquivos em formato RAW vêm com um CD de instalação com o programa de processamento de formatos de arquivo. Os programas mais populares neste tipo de versão são dois: Adobe e Photoshop e eles vem com plug-in Camera RAW e Lightroom.

Se sua câmera possui configurações para exposição, ela também pode produzir arquivos no formato RAW. Para obter mais informações, consulte o seu manual.

RAW vs JPEG: Por que usar o RAW?

Por ser um arquivo sem qualquer compactação, o RAW armazenará com precisão todos os dados obtidos pelo sensor da câmera quando a foto foi tirada. Comparado ao JPEG, conseguimos uma versão significativamente superior com RAW.

Por exemplo, se você tirar uma foto com a exposição JPEG errada, você quase perderá a foto. Claro, você pode editá-la e obter algumas melhorias, mas é notável que ela foi muito editada e o resultado não será muito natural.

RAW vs JPEG
RAW vs JPEG

A recuperação de fotos mal expostas muda completamente de um formato para outro. Apesar disso os dois formatos são muito usados, por isso sempre surge o famoso RAW vs JPEG.

A recuperação de fotos em formato RAW é muito melhor do que fotos em formato JPEG. Na maioria dos casos, se a exposição de uma foto ficar ruim, ela pode não ficar tão mal exposta, então você pode ter certeza de que obterá melhores resultados para a edição de imagens da melhor maneira possível.

Se as fotos estiverem originalmente no formato RAW, mesmo as verdadeiras fotos “trágicas”, não se preocupe, pois elas podem ser restauradas de forma satisfatória.

Seria lamentável não poder recuperar fotos de um momento tão lindo e único que não se repetirá. Portanto, ao tirar fotos importantes que não podem ser perdidas de forma alguma, é recomendável não usar o formato RAW.

O formato RAW nem sempre é considerado a única opção de formato de imagem, porque também apresenta desvantagens, assim como o JPEG apresenta vantagens.

RAW vs JPEG: Vantagens e desvantagens dos 2 formatos

Vamos entender um pouco mais quais os pontos negativos e positivos entre o RAW vs JPEG.

  • Vantagens: O formato RAW pode rapidamente capturar tons muito mais altos do que JPEG. O formato RAW de 12 bits pode atingir aproximadamente 68 bilhões de cores diferentes, e o formato de 14 bits pode atingir incríveis 4,3 trilhões de cores diferentes.

Enquanto isso o JPEG de 8 bits consegue atingir um número aproximado de apenas 16 milhões de cores diferentes, o que é quase nada em comparação com outros formatos RAW.

3125018
RAW vs JPEG
  • Fotos com exposição insuficiente (se tiradas originalmente em RAW) não são perdidas. JPEG não pode acontece a mesma coisa, neste caso, o resultado não é satisfatório.
  • Desvantagens: Os arquivos RAW são muito maiores do que JPEG e os arquivos gravados com qualidade total geralmente ocupam de 3 a 4 vezes mais espaço do que os que são gravados em JPEG.

Ou seja, se você precisar tirar muitas fotos em um lugar onde ocasionalmente não pode enviar para o seu computador, você precisará usar alguns cartões de memória extras ou um cartão de memória de grande capacidade.

Requisitos de processamento: conforme mencionado anteriormente, os arquivos RAW não estão prontos para serem exibidos e usados. Para enviar para amigos, publicar na internet ou mesmo imprimir, as fotos devem ser editadas e processadas em RAW antes de serem utilizadas.

Qual é melhor de usar: RAW vs JPEG?

Ambos tem vantagens e desvantagens. Apresentamos as principais delas no texto acima.

Como abrir um arquivo raw?

Pelo Adobe Photoshop, PhotoScape, ACDSee Classic, entre outros programas.

O que significa a sigla JPEG?

Significa Joint Photographic Experts Group.

Veja nossos outros capítulos explicando mais sobre fotografia. Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

A Arte da Fotografia
Um site voltado para área de fotografia.
Este é um site do grupo B20