Crítica: Castlevania (Nintendo 64)

castlevania

O Nintendo 64 trouxe franquias clássicas renovadas com o uso dos gráficos 3D, tendo grande sucesso nesta empreitada em casos notáveis tais como os clássicos Super Mario 64 e The Legend of Zelda: Ocarina of Time. Todavia, tal transição não foi uniformemente aplaudida com Castlevania. Enquanto Symphony of the Night colhia elogios incontáveis ao ser lançado pela Sony e seu Playstation, a Nintendo trouxe a série de jogos de aventura com uma abordagem totalmente nova com o jogo lançado em 1999 denominado apenas “Castlevania”. Levando em conta o quão diferente é este jogo em relação ao restante da franquia, ele é frequentemente chamado de “Castlevania 64”, isso para não dizer outros nomes dados pelo publico para este.

Sinopse de Castlevania

Na trama deste jogo, passado em 1852, Drácula desperta e dois jovens sentem sua presença: Carrie Fernandez, uma garota dotada de poderes mágicos e Reinhardt Schneider, um herdeiro da linhagem Belmont. Estes agora precisam adentrar no castelo do Rei dos Vampiros para assim tentar combater o mal despertado.

Como subentendido pela sinopse, podemos jogar ou com Reinhard ou com Carrie. A garota tem mecânicas simplificadas e deve agradar a aqueles que querem apenas um desafio descompromissado, enquanto o herdeiro Belmont, dotado do clássico chicote Vampire Killer, é feito especialmente para aqueles que já conheciam a franquia e querem testar toda a diversidade do novo jogo sem se distanciar muito do passado. Há uma boa variedade de itens a serem pegos ao longo do caminho, mesmo que o jogo não adote a dinâmica de RPG de seu conterrâneo do primeiro Playstation, e além disso a jogabilidade é bastante intuitiva e simples de se aproveitar.

Gráficos

Os gráficos aproveitam bem o hardware do Nintendo 64, e assim há bastante detalhamento nos cenários. O visual dos personagens e das criaturas também não deixa nada a desejar, batendo de frente com o que havia de melhor nos jogos tridimensionais voltados ao fantasioso.

Além da mudança dos gráficos em 2D para o poligonal, se existe um aspecto que certamente incomodou muitos dos que acompanhavam estes jogos desde o Nintendinho é a total mudança no tom. Algo que tornava a série notável era a coexistência de cenários sinistros e figuras monstruosas com uma abordagem dinâmica de aventura, algo embalado pelas trilhas sonoras características desta. Já Castlevania 64 dispensa o aspecto de aventura e parte para o gênero survival horror, contrastando as mecânicas intuitivas com a atmosfera assustadora e os enigmas característicos.

O contraste funciona muito bem por sinal, garantindo boas horas de diversão e situações bem inusitadas, tais como o famoso labirinto no qual temos que fugir de um primo insano do Ash de Uma Noite Alucinante. Já a trilha sonora é primorosa ao seguir coerentemente a nova abordagem, adotando temas tão assustadores quanto sutis e belos.

Em resumo, Castlevania 64 é um jogo cheio de qualidade e com ideias diferentes. Sua sina foi por ter seguido tal caminho tendo fãs que não estavam tão abertos à experimentação.

Veja mais matérias aqui.

Qual a história de castlevania?

Baseada parcialmente no romance u0022Dráculau0022 de Bram Stoker, mas com diversos elementos emprestados dos clássicos filmes de terror como múmias, zumbis e lobisomens, a u003cstrongu003ehistória do jogou003c/strongu003e tem como trama principal a guerra entre a família de caçadores de vampiros Belmont e o conde Drácula

Quanto custa um Nintendo 64 hoje em dia?

O lançamento do u003cstrongu003eNintendo 64u003c/strongu003e aconteceu em setembro de 1996, e o preço cobrado na época, segundo o Estadão, foi de R$ 659. A inflação acumulada nesses quase 21 anos é de pouco mais de 259%. Por isso, o valor atual seria de R$ 2.370,79.

Quantos jogos foram lançados para Nintendo 64?

387 u003cstrongu003ejogosu003c/strongu003e foram lançados oficialmente para o console de videogame u003cstrongu003eNintendo 64u003c/strongu003e e 1 u003cstrongu003ejogou003c/strongu003e lançado extraoficialmente em abril de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20