Resenha | Batman: Morte em Família

Salve Salve amigos e amigas aqui do Verdrak Entreterimento, eu sou o victor (Podem me chamar de vitinho) novo membro do site e venho trazer uma resenha de Batman: Morte em Família, para vocês, espero que gostem.

ATENÇÃO: ESTÁ RESENHA CONTÉM  SPOILERS.

Batman: Morte em família.
Roteiro: JIM STARLIN / Desenhos : JIM APARO/ Arte Final: MIKE DECARLO
Publicado em Dezembro de 1988 a março de 1989.

A trama conta a história de Robin (Jason todd) o menino prodígio, ela já começa com ele e o batman em ação, onde o batman vê nele a irresponsabilidade e perca de controle e resolve tira-lo de ação, pois vê que ele anda muito afetado pela perca dos pais e vem perdendo o controle, batman crê que o afastamento dele vai fazer bem pra ele, e o acalmar, o que não acontece, Jason visita sua antiga casa e uma vizinha entrega a ele uma caixa de recordações de sua família e lá está sua certidão de nascimento, onde o nome da mãe não é o mesmo da mãe que o criou, o nome começa com S mas o restante está indecifrável, ele então investiga as mulheres que tinham em volta ao seu pai e encontra o nome de 3 cujo o nome começa com a letra S e vai atrás delas, a primeira se encontra no Líbano onde ele pega o voo e vai atrás dela, inconsequentemente o batman por sua vez vai ao mesmo lugar atrás de um carregamento de míssil que o coringa está comercializando, e em meio de tudo isso eles se encontram e o batman resolve ajuda-lo e por ai a trama vai se desenvolvendo.

Quando Jason acha a verdadeira mãe dele, ela está sendo obrigada a trabalhar para o coringa, ele está ameaçando ela por crimes do passado dela, e pede um carregamento de remédios, drogas enfim … para ele, e ela é obrigada a ajuda-lo, o Jason escuta toda a conversa, vai atrás dele e descobre o local onde está os carregamentos,  o coringa troca o carregamento dos caminhões de medicamentos pelo gás tóxico do coringa (isso tudo já na etiópia), no exato momento Jason vai atrás de bruce para eles deterem o coringa, e nisso o caminhão com o gás já sai para entrega, o batman resolve seguir o caminhão e pede para o robin observar a mãe e o coringa, e implora para ele não fazer nada até ele chegar, obviamente o Robin não acata a ordem do batman e vai resolver o problema, a sua mãe o trai e o entrega ao coringa onde ele é espancado a beira da morte pelo coringa com um pé de cabra (cena épica), e o coringa deixa os dois em um armazém com uma bomba, onde deixa a mãe amarrada e o robin inconsciente, nisso o robin se rasteja para ajudar a sua mãe e a  bomba explode e não dá tempo deles se salvarem e nem do batman salvar eles, os dois morrem.

Depois disso o batman fica possesso pra ir atrás do coringa com o intuito de até mata-lo.
O presidente do irã da o cargo de ministro ao coringa, onde ele fica livre das acusações, e o batman é impedido pelo superman e pelo governo de fazer algo contra ele, para não prejudicar o pais, em meio a tudo isso a história se passa… e chega o dia em que ele vai ser apresentado a ONU o bruce está la como observador, e o coringa resolve matar todo mundo com o seu gás, nesse exato instante aparece o superman e suga todo o gás, e dá a missão ao batman de resolver o problema, ele imediatamente vai atrás do coringa, em meio a perseguição o coringa foge de helicóptero e o batman o segue e derruba o helicóptero mas ninguém encontra o corpo dele.
E termina a história com o Batman dizendo que acaba como sempre, sem saber se ele vai voltar ou não.

Enfim… Hq muito boa, obra muito bem desenvolvida, confesso que nunca fiquei com tanta raiva do coringa igual a essa HQ, emocionante também por sinal.
A arte da obra é muito boa, mesmo eu não gostando muito do visual do coringa, que está bem caricato “clássico”.
A morte do Jason é chocante, mas eu particularmente achei que faltou um pouco de profundidade, mas isso não estraga em nada a experiência.
Hq muito boa, indico a todos.
Nota: 9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20