Conteúdo ocultar
1 Resenha | Vagabond Volume 2
1.1 Vagabond volume 2 Takehiko Inoue

Resenha | Vagabond Volume 2

Vagabond volume 2
Takehiko Inoue

 

 

Vagabond uma das mais aclamadas obras orientais de todos os tempos, do ilustre Takehiko Inoue. Baseado no espadachim e ronin, e por vezes até identificado como samurai Myamoto Musashi criador do estilo de luta com duas espadas e escritor do livro de artes marciais (Os cinco anéis ) .Conta a história do jovem Takezo um temido Ronin, que sai da sua vida pacata em sua vila para buscar um futuro melhor.

A história começa mostrando o sofrimento e decepção de Otsu pela carta que recebeu, e a perseguição por Takezo. Nessa edição vemos que Takezo é capaz de tudo pra se defender, e defender seu ideal, o que é notado e admirado até por um personagem da história e não só você leitor.

A história inteira trata de sua perseguição, e ele se envolve em uma confusão psicológica de não saber se o que está fazendo é o certo para ele, ele fica nessa dúvida por todo o tempo, com as matanças que comete e as atitudes que toma. Também é mostrado lembranças de seu passado, seus pais, a sua origem, o que o levou a ser o que é, a ser tão invencível como já vimos na primeira edição que ele é, e a motivação dele para isso.

Mas ao ver toda sua vila contra você, pessoas com as quais ele foi criado, ele fica se indagando se está certo, qual vai ser seu futuro , o que será dele se manter este ritmo. Até que aparece um certo personagem marcante na história, que desafia a tudo e a todos com suas provocações que são extremas e inacabáveis, sensacional e que leva Takezo ao extremo de sua psicologia, ao ponto dele querer até morrer, e o faz ter mais lembranças e repensar sobre tudo, isso é sensacional, ele brinca com a cabeça do personagem mas ao mesmo tempo está o ajudando de certa forma,  Takehiko simplesmente brinca com toda essa trama.

 

E não é só com a Cabeça de Takezo que esse personagem(que eu não vou falar quem é pra evitar spoiler) brinca, mas também com um certo personagem importante(o mesmo que nota as habilidades de Takezo) e temido e grandioso da vila, onde ele o humilha jogando na sua cara que ele deixou Takezo fugir e que foi falha do Takezo mante-lo vivo por exemplo.

 

E nesse volume não diferente do anterior você vê que a arte continua fantástica, ela só vem a evoluir, essa trama psicológica de Takezo, o jeito que é ilustrada é sensacional, o enfoque que ele da nas cenas e nos personagens como um todo é sensacional. A trama que envolve Otsu é na mesma grandiosidade.

Ótima sequencia que te deixa no final com o gostinho de quero mais, eu estou me segurando para não baixar scan da obra e ler o máximo que puder, ela é muito empolgante, mas não vou passar a carroça na frente dos bois, vou acompanhar o lançamento mensal.

Com toda certeza eu indico a todos,  até aqui a obra vem se mostrando excelente, o nível da publicação da Panini está ótimo, chega a ser luxuoso, ótimo trabalho da Panini, e nessa edição além de você comprar uma ótima obra a Panini te manda um pôster de brinde, no meio do mangá, muito legal isso.
Enfim, ansioso para o próximo volume, POR FAVOR LEIAM VAGABOND !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CONTEÚDO RELACIONADO

Este é um site do grupo B20